16.03.20

O McFly adiou seu regresso ao país após 8 anos de espera dos fãs devido à pandemia do coronavírus que está afetando os quatro cantos do mundo (saiba mais). E agora, o que fazer com as passagens, hospedagens e os ingressos já comprados? Neste post, o MBR reuniu várias informações que podem ajudar vocês a lidar com esses problemas. Lembrando que o conteúdo será atualizado com mais informações quando essas forem sendo liberadas pelas empresas.

PASSAGENS AÉREAS:

A primeira coisa que deve ser feita é entrar em contato com a CIA aérea ou site em que comprou as passagens. Exceções devem ser concedidas por conta da pandemia.

A Azul e a Latam flexibilizaram a partir do dia 14 de março suas políticas de alteração ou o cancelamento de passagens aéreas nacionais, devido à pandemia de coronavírus. A GOL seguiu o mesmo caminho. Confira em detalhes o que cada empresa está oferecendo (atualizado 14/03 – 21:30).

  • AZUL

Clientes com voos domésticos operados pela Azul até 31 de maio de 2020 poderão alterar ou cancelar seu voo:

— Alterações: você poderá alterar a data do seu voo sem incidência de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até 31 de maio de 2020. Para tanto, havendo diferença tarifária entre a viagem original e o novo voo, esta será cobrada.

— Cancelamento: você poderá cancelar sua reserva sem custo de taxa de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (validade do crédito: 1 ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível).

Para mais informações entre em contato com a Central de Atendimento da Azul no telefone (11) 4003-1118.

As regras foram divulgadas no site da Azul

  • LATAM

— Passagens compradas antes de 13 de março de 2020:

Clientes com passagens nacionais entre 13 de março e 15 de abril terão isenção de taxa de alteração.

A alteração pode ser feita até o mesmo dia da data de partida do primeiro trecho da passagem.

É permitida uma alteração: para a data do voo e/ou alteração do destino.

A nova data do voo deve ser até 31 de dezembro de 2020.

Quem tiver algum voo cancelado, a companhia recomenda que acesse a opção “Reprograme seu Voo”. Nesse caso, as alternativas oferecidas não atenderem às necessidades, o cliente poderá solicitar a remarcação do voo ou reembolso do bilhete por meio da Central de Atendimento.

— Passagens compradas entre 13 e 31 de março de 2020:

Quem comprar passagem entre 13 e 31 de março poderá realizar alterações sem multas para passagens nacionais e internacionais, conforme as seguintes condições:

  1. A alteração deve ser feita até 5 dias antes da data de partida do primeiro trecho da sua viagem;
  2. Você pode realizar uma alteração, de data do voo e/ou destino, que não precisa ser informado no momento de solicitar a mudança;
  3. Você será isentado das taxas de alteração, mas eventuais diferenças de tarifas deverão ser pagas;
  4. Você ainda pode optar pelo cancelamento da viagem, dentro do mesmo período de antecedência, usando o valor para um novo voo em uma data futura, conforme as seguintes condições;
  5. Eventuais diferenças de tarifas entre sua passagem original e a sua nova passagem serão cobradas no momento de fazer a reserva do novo voo;
  6. A data da sua nova passagem deverá ser antes de 31 de dezembro de 2020.

Central de atendimento Latam: 0300 5705700 ou (11) 4002-5700.

Confira mais informações específicas de restrições de viagens da Latam aqui.

  • GOL 

A GOL atualizou em seu site a política que flexibiliza remarcações e cancelamento de voos da companhia devido a epidemia do novo coronavírus. A regra agora é válida tanto para passagens para destinos nacionais como internacionais.

— Quem estiver reserva com a companhia até o dia 14 de maio de 2020 poderá:

  1. Solicitar o cancelamento do bilhete sem custo e manter o valor em crédito para voos futuros. O valor ficará disponível para uso do cliente por até um anos após a data da emissão;
  2. Remarcar o bilhete para até 330 dias após a data da compra. Não haverá taxa de remarcação, somente diferença de tarifa, se houver;
  3. Pedir o reembolso da reserva sem taxa de cancelamento, no entanto, haverá a cobrança da taxa de reembolso conforme a tarifa adquirida.

A companhia também está oferecendo a mesma política para quem fizer uma reserva para voar até 14 de maio de 2020.

A GOL pede que os clientes que desejem realizar modificações em suas reservas que façam através do site (www.voegol.com.br), aplicativo GOL ou através da central de atendimento (0300 115 2121). Caso tenha emitido o bilhete por uma agência, você deve procurar a empresa onde comprou a passagem.

Confira o comunicado no site.

Caso as políticas divulgadas não contemplem sua data e/ou rota de viagem, é sugerido que aguarde um pouco, pois as empresas têm atualizado as regras dia a dia, conforme a situação do coronavírus evolui.

Passagens resgatadas com pontos ou milhas seguem as mesmas políticas dos voos pagos, respeitando a validade dos mesmos. Caso seus pontos tenham vencido no período entre a emissão e a data do cancelamento, a melhor opção é remarcar o voo, e não pedir o reembolso.

O MPF (Ministério Público Federal) recomenda que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) “expeça ato normativo que assegure aos consumidores a possibilidade de cancelamento sem ônus de passagens aéreas nacionais e internacionais para destinos atingidos pelo coronavírus“, já que, no entendimento do MPF, a cobrança de taxas e multas, em situações de emergência mundial de saúde, é pratica abusivas e proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. No entanto, a Anac ainda não tem uma regra especifica para essa situação.

O PROCON se posicionou usando como base o artigo 6º do CDC que diz:

“São direitos básicos do consumidor a proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos”, afirmando que se o passageiro não chegar a um acordo com a companhia, aérea deverá registrar uma reclamação formal.

As empresas aéreas que operam no Brasil estão cadastradas na plataforma e todas têm até 10 dias de prazo para responder as reclamações registradas.

Se nenhuma dessas medidas adiantarem, você pode recorrer à Justiça para ter seu dinheiro de volta e então comprar a passagem novamente para quando melhor lhe convir.

Tudo isso é válido apenas para voos que saem do Brasil. Para os que vinham de outro país, vão precisar buscar as regras da localidade em que estão.

 

HOSPEDAGENS:

  • Airbnb

Em 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto do coronavírus, conhecido como COVID-19, como uma pandemia global. Está sendo fornecido a cobertura para o COVID-19 sob a Política de Causas de Força Maior para ajudar a proteger a comunidade e proporcionar paz de espírito.

Resumo

Estão cobertas as reservas existentes feitas até 14 de março de 2020 para acomodações e experiências do Airbnb com data de check-in até 14 de abril de 2020, e com pelo menos uma noite entre 14 de março de 2020 e 14 de abril de 2020. Os hóspedes que cancelarem receberão um reembolso integral e os anfitriões poderão cancelar sem custos nem impacto no seu status de Superhost. A política de cancelamento do anfitrião será aplicada normalmente a reservas feitas após 14 de março de 2020 e a reservas existentes feitas até 14 de março de 2020 com datas de check-in após 14 de abril de 2020.

— Quais reservas são cobertas:

As reservas feitas até 14 de março de 2020.

Estão cobertas as reservas existentes para acomodações e experiências do Airbnb com data de check-in até 14 de abril de 2020, e com pelo menos uma noite entre 14 de março de 2020 e 14 de abril de 2020. Isto significa que os hóspedes que cancelarem receberão um reembolso integral, os anfitriões poderão cancelar sem custos nem impacto no seu status de Superhost, e o Airbnb reembolsará todas as taxas de serviço.

— Reservas feitas depois de 14 de março de 2020:

As reservas para acomodações e experiências do Airbnb feitas depois de 14 de março de 2020 não serão cobertas por nossa Política de Causas de Força Maior, exceto se o hóspede ou anfitrião tiver contraído o COVID-19. A política de cancelamento do anfitrião será aplicada normalmente.

— Como funciona:

Se sua reserva estiver coberta, ela será marcada como tal na página de informações da reserva — encontrada em Viagens se você for um viajante ou em seu painel de hospedagem se você for um anfitrião. Se você cancelar uma reserva marcada como elegível, os hóspedes receberão um reembolso integral e não haverá impacto no status de Superhost dos anfitriões. Você não precisa nos contatar neste caso. Mais informações sobre como funcionam os reembolsos.

Para os viajantes, se a reserva não for coberta, a política de cancelamento do anfitrião será aplicada normalmente. Você pode entrar em contato com seu anfitrião para discutir o cancelamento e os reembolsos.

 

» Para demais empresas de hospedagens, lembre-se de verificar se na sua compra está incluso o reembolso para exigi-lo.

Assim que mais informações forem disponibilizadas, atualizaremos o post.

 

INGRESSOS

  • EVENTIM (SHOW EM CURITIBA)

Os ingressos já adquiridos permanecem válidos para a nova data, sem necessidade de troca.

Para os clientes que optarem pelo cancelamento, os ingressos adquiridos serão reembolsados de acordo com os procedimentos abaixo:

  1. Compras efetuadas pelo site www.eventim.com.br:

    A) Envie até 25/03/2020 à partir do endereço de e-mail de cadastro o número do pedido que deseja cancelar para cancelamento@eventim.com.br inserindo no título do e-mail: “MCFLY”.
    B) O cancelamento é realizado e o valor de face dos ingressos, incluindo todas as taxas que tenham sido cobradas, serão estornados em sua totalidade.
    C) A Eventim direciona a solicitação de estorno ao banco emissor do cartão de crédito. O prazo para visualizar o estorno é de até duas faturas, conforme data de fechamento do cartão de crédito, de acordo com prazos e regras das administradoras bancárias.
    D) Uma vez cancelado, não há possibilidade de reversão.
  2. Compras realizadas em canal presencial (Bilheteria ou Ponto de Venda):

    A) Compras com cartão de crédito: a solicitação de estorno será enviada ao banco emissor do cartão utilizado no pagamento. O prazo para visualizar o estorno é de até duas faturas, conforme data de fechamento do cartão de crédito, de acordo com prazos e regras das administradoras bancárias.
    B)Compras com cartão de débito: a solicitação de estorno será enviada ao banco emissor do cartão utilizado no pagamento. O valor total da compra será creditado na conta correspondente ao cartão de débito.
    C) Compras em dinheiro: Compareça ao local onde adquiriu os ingressos com os mesmos em mãos. Após preenchimento do formulário de estorno e a devolução dos ingressos, o valor total da compra será devolvido no ato da entrega dos ingressos.
    D) O ressarcimento será feito em sua totalidade, incluindo todas as taxas que tenham sido cobradas.

ATENÇÃO:
Após o cancelamento, os ingressos perdem a validade, impossibilitando o acesso ao evento na nova data.
Não nos responsabilizamos por compras efetuadas em canais não oficiais.
Não há ressarcimento para cortesias.

 

  • T4F (SHOWS EM SÃO PAULO / RIO DE JANEIRO / BELO HORIZONTE / PORTO ALEGRE)

Os ingressos já adquiridos permanecem válidos para a nova data, sem necessidade de troca.

Caso você não possa comparecer à nova data, a solicitação de reembolso deverá ser solicitada entres os dias 20 de março a 20 de abril de 2020, conforme política abaixo:

  1. Compras efetuadas em um canal presencial (Bilheteria ou ponto de venda):

    A) Dirigir-se ao mesmo local onde a compra foi efetuada;
    B) Apresentar o ingresso adquirido;
    C) Caso a compra tenha sido efetuada em dinheiro, o reembolso ocorrerá através de depósito bancário;
    D) Caso a compra tenha sido efetuada com cartão de débito, o valor será creditado na conta do cartão utilizado na compra;
    E) Para compras efetuadas com cartão de crédito, o valor será creditado na fatura do cartão utilizado na compra.
  2. Compras efetuadas pela Internet:A) Entrar em contato com a Central de Relacionamento da Tickets For Fun, dentro do prazo informado acima, através do telefone 4003-5588 (abrangência nacional), de segunda à sexta, das 11h às 17h, ou pelo link https://bit.ly/atendimentoT4F, com o título “REEMBOLSO MCFLY SP”;
    B) O valor pago será creditado na fatura do cartão utilizado na compra;
    C) Seguir com demais instruções que serão enviadas pela Central de Relacionamento.

E-tickts já podem ser impressos com a nova data, para quem preferir, basta acessar o site da T4F e acessa-los.

 

MAIS INFORMAÇÕES EM BREVE.

 

Fontes: Melhores Destinos | Airbnb | Agência Brasil | G1 | Tribunal de Justiça | Eventim – MCA Concerts | T4F

Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs para fãs. O MBR não possui qualquer ligação com o McFLY, seus familiares, agentes ou seus representantes. Todo o conteúdo aqui apresentado, como notícias, informações, traduções, textos etc., pertence ao site, a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida. Nós NÃO reivindicamos direito de propriedade sobre nenhum vídeo ou foto, os mesmos pertencem aos seus respectivos donos. Caso algum conteúdo aqui disponibilizado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente.

layout criado e desenvolvido por lannie d. - 2020 -